domingo, 7 de setembro de 2014

Nosso Clube do Livro apresenta a Bienal de SP para vocês - Parte III

Oi pessoal!
Aqui é a Fê. 

A Bienal Internacional do Livro de São Paulo acabou, e nós - leitores - já estamos aqui, com a aquela depressão saudosista de quem quer mais. Sábado passado estive lá para me despedir, mas o restante do fim de semana e a semana que sucedeu foram tão corridos, que só tive tempo para sentar aqui e escrever uma postagem bonitinha como vocês merecem agora. 

Cheguei ao Anhembi por volta do meio-dia e fui direto ao estande da Melhoramentos, porque queria muito saber como seria o processo de autógrafos para o Ziraldo. Quem me conhece sabe o quanto eu sou apaixonada pelo trabalho deste autor! Além de talentosíssimo, ele é um querido. Sempre disposto a uma boa conversa apaixonada pelos livros. Por isso, não queria perdê-lo. Fui informada que haveria a formação de filas, sem a distribuição de senha e que não haveria limite de pessoas, porque o Ziraldo é assim: quando ele começa a se sentir cansado, ele avisa a editora. Então, os responsáveis fecham a fila, e ele atende a todos que já estavam nela. 

Peguei dois livros - Flicts e O menino que veio de Vênus - e fui para a fila do caixa. Quando saí dela, adivinhem o que estava se formando?! Acertou quem disse que era a fila para os autógrafos. Pensem que ainda era 12:45 e que o autor só chegaria às 15:30. Tudo bem, sentei-me no chão e resolvei esperar - seria uma das primeiras, então tudo estava lindo. 

Pouco tempo depois, esta era a fila que estava atrás de mim. Dava voltas.
Tão gigante quanto o nosso amor pelo Ziraldo.

O tempo passou rápido. Consegui ler todo O menino que veio de Vênus e fiquei conversando com a moça que estava na minha frente na fila, até que chegou o momento esperado e lá fui eu falar com o "menino do cabelo de algodão". Ele queria conversar, e o nosso diálogo foi assim:

Um dos olhares mais doces que eu já vi na minha vida.

Ele: Oi, tudo bem?
Eu: Oi, sou a Fernanda, uma professora que é encantada pelos seus livros!
Ele sorriu e autografou O menino que veio de Vênus. Depois disse: Você já leu?! O que você achou?
Eu: Eu li agora ali na fila. É um primor, poesia pura! Fiquei sem palavras para tanta poesia!
Ele, enquanto autografava o Flicts, com uma carinha marota: É engraçado o que o Vevê apronta! Todo mundo ama todo mundo!
Eu: Quem dera o mundo fosse assim de verdade... 

Então ele fez um carinho na minha bochecha! O curioso é que da outra vez que nos vimos em 2009, eu havia dito o quanto era sua fã e ele apertou as minhas bochechas. Acho que ele realmente gosta delas! uahahah 

Eu completei a minha fala com um: Eu tenho toda a coleção da planeturma! Amo todos eles!

Quando ele estava prestes a continuar o assunto, a assessora (?) que estava organizando a fila simplesmente soltou um "Já deu que a fila está grande!". Nós dois fizemos uma cara de #chateados. Eu me despedi e fui embora feliz, enquanto ele me dava um sorrisinho ao longe. 

De lá, parti para o estande da Rocco, cheia de vontade de comprar o box do Harry Potter, mas saí de lá frustrada. No estande inteiro só havia uma caixa, que já estava aberta e com a tampa um pouco detonada. Desculpe, mas não iria gastar uma fortuna para não ter a caixa inteira. Não comprei. 

Fui para o estande do Grupo Editorial Record, na tentativa de finalmente encontrar todos os livros da coleção Senhores de Roma. É sempre um sacrifício gigante encontrar o primeiro livro nas livrarias, por isso esperei por pelo menos um ano para comprar na Bienal. Vocês acharam?! Porque eu não! 

(Sim, fiquei muito revoltada por não ter conseguido comprar as duas séries!)

A tarde já havia ido embora e eu já estava cansada - porque entrar nos estandes da Rocco e da Record foi uma verdadeira maratona - quando resolvi passar na Companhia das Letras. Lá, consegui comprar o que queria: 1 página de cada vez e um box do Carlos Drummond de Andrade. Depois rumei para a Gutenberg, pois tinha a missão de comprar e autografar um livro para uma das meninas daqui do blog, a Ana Caroline.

Lá eu conheci duas autoras lindas, fofas e queridas! Que foram extremamente simpáticas! A Bárbara Morais, que autografou o livro para a Cah, e a Dayse Dantas, que além de escritora é professora como eu (o que me levou a comprar o livro dela! uahahah).

Bárbara Morais autografando para a Cah.

Dayse Dantas autografando para a teacher aqui
(sim, ela escreveu que era para teacher no autógrafo! #gottaluv!)

Bem, assim terminou a Bienal para mim. Depois, se vocês quiserem, faço um post com todas as comprinhas foram muitas! uahahah

Beijos, queijos e até 2016!


2 comentários:

  1. Estou na contagem regressiva para a Bienal do Rio ano que vem!

    Beijos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino! :D
      Tão incrível quanto aqui :D

      Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...